Fábrica de Fazer Mundos

A porta encerra-se devagarinho.
Agora mora só no nosso bolso do peito.
Foi discreto o encerramento, discreto mas anunciado... chegou a hora de pintar outros céus!

Aqui continuaremos, com vida, caminho e sonho...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

Recordações do dia dos números

Sem falar que vai contando, sem ter a noção de quantidade, mas como uma lenga lenga repetida depois de ouvir da nossa boca o um, lá lhe sai dois, tiz... e arrebita os dedos descordenados... mas os números do registo hoje são outros, contando com 11,450Kg (que já se sentem) e uns belos 84,5 cm que permitem que já chegue bem a interruptores e puxadores... faz-se uso do cadeado e da tolerância... e de alguns nãos também. O médico achou-o bom, sopro esquecido e guardado na gaveta, até que o barulhinho se apague. Chorou como um desalmado para o medirem, quem não o faria?... um médico, duas enfermeiras e a mãe a puxarem-lhe pernas e pescoço... tudo para que se afigure o grande rapaz. Grande já o é, pensava a mãe... e quanto... mas não há metro que o possa determinar... talvez um brilhómetro (e para mim uma babete... incansável e inesgotável é o deleite). Continua a comer sopinha ou açorda ou farinha de pau mais a comidinha dos pais, que prova mas não vai longe na degustação, já a do avô, não sei porque sabores assim tão misteriosos, deixa de prato vazio. São cá segredos entre eles, sim porque uma mãe não pode querer saber de tudo... Atestado para o infantário (a desenvolver oportunamente esta chorosa e custosa etapa...) a avó sorri, gosta da companhia, mas também apreciará o descanço e a saudade matada ao fim da tarde, lá para Setembro.
Depois foram as vacinas... duas divididas pelos braços, o meu Rei Valente não deitou uma lágrima... a enfermeira meiguinha fez com que nem se mexesse na primeira, e apenas cerrasse um bocadinho os 8 dentes (que agora já são 9) na segunda. Ena... que temos Guerreiro.

Mas isso nós já sabiamos!*

Tantas palavras novas... tantas conquistas... tudo escorre e as palavras acanham-se. Vou ver se compro a Lotaria do Tempo Infinito e depois entro em guerra com as histórias que trago no peito.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

O Primeiro Dia

Oficialmente inauguramos a Fábrica do João... pelos seus destemidos 18 meses (já?) a 24 de Maio, data que conta também dois anos desde que a mamã do João foi parar à urgência do hospital local... nessa altura ainda não sabia que eram dois os seres que habitavam no meu ventre... a partir desse dia ficamos 4 meses em absoluto repouso... nessa batalha silênciosa e demorada, dentro do ventre, trabalhando a calma e cultivando o Acreditar, que tanto nos acompanha, quanto por vezes nos foge, nessa batalha, saiu vitorioso o João, o nosso João, guerreiro e sonhador, que hoje completa mais meio depois do seu primeiro ano.

Ainda que as palavras hoje, não se dignem a inclinar para a explicação do quanto mudou nas nossas vidas nestes dois anos e depois muito especialmente neste último ano e meio... hoje sou rainha-mãe e ao meu rei pequenino deposito a sua coroa.

Este será de agora em frente o seu castelo!

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments