Dias que se contam

"Mãe sabes quem é o meu coração?"
"Não filho, quem é?"
"É a Clarinha!"

E o sorriso desenha-se no seu rosto e no meu coração

"A Clarinha tem cara de Lua cheia mãe, como o palhaço da canção"
Ambos cantamos e ela deliciada.

Coração de mãe enche-se com esta cumplicidade que cresce entre os irmãos. O mano grande ensaia os dias em que levará os dois pequenitos tornados teenagers, para saídas na discoteca.
A vida é para se ir desenhando...

Em 8 meses, a nossa vida ganhou cores mais claras, iluminou-se com os teus sorrisos, os dias transformaram-se em descobertas de mais um tesouro.
Receber, receber-te, no coração e nos dias, tão novos, tão cheios de maravilhas. Aos teus olhos, nos nossos olhos, na vida tão cheia de promessas, de novidades, de desejos.

Que a vida te receba sempre, como num sonho bom, e que a calma que hoje te habita, possa te encontrar sempre, ao final de cada dia, em cada gesto de amor, em cada pedaço de céu, em cada ser onde os teus olhos pousarem a beleza.

Assim, como no dia de hoje te ponho no meu colo, que a vida me permita ter sempre estes braços a acolherem-te as alegrias, as tristezas e os sonhos.

8 meses dela em nós... o nosso coração cheio dela e de Amor.
A vida já não podia ser diferente.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments