9 e pico

Sempre o tempo, esse feroz morderdor que come os dias como se fossem o seu alimento.

Os dias são corridos, apressados e a estafa desabou, já pelo João esta foi a altura mais crítica, pelos 8, 9 meses... Deixo o registo apressado mas imprescindível.

Começo por um hoje e pelo meu rei: chegaram os terrores nocturnos, não são pesadelos, é um desconsolo vê-lo assim inconsolado e inconsolável. Noites dificeis em que acorda e por longos minutos chora e diz coisas desconexas... ´sei que tão pouco podemos fazer, esperar que passe e tranquiliza-lo durante o dia, para esperar noites mais clmas. Anda ainda mais mãe dependente, e tudo o que lhe pareça afastamento é perturbador. Talvez ainda ande a assimilar a chegada da irmã, embora com ela se desfaça em mel e mimos. Ele está um senhor, fora essa dependência, a chegada dos 4 anos fazem-se já notar, tem discurso elaborado (e cada vez mais) desconcertante, usa expressões e palavras à primeira vista difíceis. É sempre encantador e perturbante.

Da princesa de 6 dentes, não tinha sido aqui registado que o primeiro no dia em que completou 7 meses, seguira-se em menos de 15 dias mais 3. A particularidade é que em cima vieram primeiro os incisivos laterais, dando-lhe um ar de vampirinha e traquinhas. Por esta semana veio o 5º e ontem (parabéns avó) o sexto dentinho do conjunto. baba baba e baba... e algum espero que agora lhe dê tréguas por algum tempo. Está gordinha, mais irrequieta, rebola e ensaia o gatinhar. Se vê a mãe a passar chora por colo e chora sempre que alguém espirra perto dela. Fez há dias 9 meses e são tantos os sorrisos.

Ando cansada, é certo... sei que a vida tem a felicidade como cunho, tenho todas as alegrias que uma mãe pode ter e no entanto, sinto uma incrível necessidade de me desligar por uns dias de toda esta responsabilidade que é o ser tão mãe.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments