do João... de finalista a caloiro...

E num tempo nasceu, e em dois tempos se pôs andador, e em três tempos se tornou falador, e em menos que nada chegou o tempo dos porquês. e de tudo um pouco experimentou: passou de bebé a sonhador de super-heróis. criador de monstros de papel, contador de histórias. agitou as nossas mentes com os seus repentes. Aprendeu a ficar, por vezes, sossegado. Mostrou que nem sempre sabe estar calado. Teve muitos sonhos em que voou e outros tantos em que chorou, se houvesse cão, ou monstro ou susto que na noite o surpreendesse. E é menino de cedo deitar e também de cedo acordar. E passou a usar um acessório de charme para ver melhor. E este ano falou, talvez, de amor... e de namoradas. E no seu mundo as palavras começaram a ter lugar, e procura ler quase tudo o que vê. E escreve como fala, como lhe parece. E cada vez escreve mais e melhor. E já lhe fiz o aviso... nada de ir dizer à professora da primária "Eu já sei"....pois falta aprender com correção. E de cartola na cabeça e bengala na mão... emocionou-nos ao vermos o quanto cresceu. Continua teimoso e muito provocador, mas brinda-nos diariamente com as suas palavras meigas, um gosto de ti, tão quente e doce. Não aprendeu ainda a lidar com a frustração, e enfurece-se se algo não corre bem. Foi o ano de aprender (quase) a nadar, de perder o medo da  água. E vive um misto de esperança e curiosidade pelo novo que por aí vem, e já uma saudade daquilo que fica para trás. E pergunta-me muitas vezes como irá ser, esse novo tempo, essa nova escola. Nem eu sei e dividimos sorrisos e ansiedades nesta espera. Como sempre, sofro desejando um todo perfeito. Uma aceitação imediata, um voo planado sobre o dias novos. Haverá livros e cadernos, e um estojo de lápis de pau... e uma mega mochila, tão grande. E as manhãs mais ditadoras nos horários. Pediu-me um despertador dizendo: Se ele tocar eu sei que tenho de acordar. Contra fatos não há escusas. Este é o Verão, aquele Verão, em que ainda antes de crescer, terei o meu menino ainda com os olhos cheios de dias em que as actividades, o parque da escola eram um delicioso prazer... Que venham outros dias, com outros rigores, mas que o seu prazer por aprender e descobrir os tornem igualmente excitantes.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
Read Comments

5 brilhos:

Lemon disse...

E depois há amores assim... Estou toda orgulhosa do grande pequeno João que um dia era uma promessa dentro de uma barriga e hoje está frente a mais um desafio. O tempo passa veloz, tão veloz... Felicidades João.

Anónimo disse...

Que saudades tinha de ti..., beijinhos para os meninos "tao crescidos!
Cláudia

Helena disse...

e eu que sem vos conhecer gosto também tanto de vocês.
que bom é ver estes nossos meninos crescer, mas lá no fundo, bem lá no fundo fica uma nostalgia de quando eram em pequeninos e estavam guardadinhos dentro de nós...
beijocas grandes

Helena disse...

e vocês por onde andam?
beijocas

Helena disse...

gostava de saber de vocês...
beijocas